Blog do Deficiente Físico

Notícias para deficientes, Acessibilidade para pessoas com deficiência, Direitos, Turismo para deficiente, concurso para pcd

Nada mudou na Campus Party com relação a acessibilidade?

Lendo o artigo Acessibilidade na Campus Party no blog Deficiente Alerta, me recordei da minha experiência na maior feira de informática e Games do País em 2009 e resolvi compartilhar como é complicada a acessibilidade e pelo vídeo do Henrique o que pude perceber que não melhorou na feira.

O video foi retirado do ar, por isso não está mais linkado aqui no post.

Em 2009, quando resolvi ir a Campus Party, me preparei durante 1 mês para tomar algumas decisões importantes como:

  1. Ficarei acampado dentro da feira ou em um hotel das proximidades?
  2. Irei de ônibus ou de avião?
  3. Levarei o notebook ou um desktop?
  4. Quanto de bagagem consigo transportar?

Além dessas incógnitas que estavam em minha cabeça era importante saber como era a acessibilidade do evento e se teria suporte para me manter lá durante os 6 dias que pretendia ficar por lá, afinal de contas tenho algumas limitações e comprometimentos.

Para sanar essas dúvidas resolvi entrar em contato com o Edney (@interney) que estava na organização do evento e ele me passou o contato do pessoal responsável pelo evento que poderiam me passar as informações necessárias. Resumidamente, nada me foi informado e fiquei com todas as dúvidas que tinha, a única resposta que tive foi a de que o centro de convenções era acessível.

Bem, com essas informações todas, me sobraram duas alternativas: ir e experimentar o desconhecido ou desistir de conhecer a Campus Party e rever os amigos. Eu decidi por ir e caso tivesse problemas voltaria antes do previsto. E o pior, resolvi que ficaria acampado, iria de ônibus, com notebook e 1 mala grande.

A Campus Party não tem uma boa organização para o tamanho do evento, todos os anos temos diversas reclamações do credenciamento, problemas para entrar e sair da parte interna, uma minúscula praça de alimentação que tem preços astronômicos e no ano de 2011 tivemos a famosa falta de luz (proporcionada pela Eletropaulo e pela falta de geradores).

Peloq ue percebi no vídeo, os banheiros continuam sem acessibilidade em um “container” que é preparado para os campuseiros (pessoas que estão acampando) possam se deliciar em um banho frio. Opa, banho frio? Sim. em 2009 somente tinham os chuveiros quentes no local, mas eles não estavam energizados … e eu tenho problemas com banho frio, ainda mais no frio que faz a noite dentro do centro de convenções. Fora isso, não tem barras e as paredes não são paredes e nem são firmes o suficientes para você se escorar nelas.

Passear pelo meio da Campus era sempre uma aventura, pois tinha sobressaltos de fiação passando por todos os lados e a cada dia que passava a coisa piorava, pois os fios que antes eram apenas sobresaltos passavam a ficar expostos e criavam armadilhas incríveis.

Para resumir a minha mega experiência, fiquei acampado por 2 noites e passei para um hotel, pois não aguentei o desce e sobe da barraca, o banho frio e o colchão inflável. Fiquei os 6 dias e voltei de avião porque o corpo não aguentaria mais 7 horas de ônibus, mesmo com um relaxante muscular. Percebi que o evento não tem nenhuma preocupação com a acessibilidade dos participantes.

O que podemos esperar para 2012 de melhoria na acessibilidade? Nada. Há não ser que o governo, durate 2011 publique uma lei obrigando aos eventos de grande porte a se adequarem a algumas regras, não devemos esperar por mudanças no formato quadrado da feira.

Luis Ricardo

Deficiente desde 2005, viu alguns dos seus sonhos interrompidos por uma inflamação na medula, que o tornou um deficiente físico. Botafoguense, carioca, bem humorado, psicólogo de bar e um churrasqueiro de final de semana.
Nada mudou na Campus Party com relação a acessibilidade? modificado em junho 19th, 2012 by Luis Ricardo

Tags:

POST A COMMENT


2 Responses

  1. Campus Party 2012 tem acidente com cadeirante e falta acessibilidade | Blog do Deficiente Físico disse

    […] que os deficientes resolvem ir ao evento para experimentar o que há na Campus Party, tanto que em 2011 tivemos mais reclamações do evento nessa área.Apsesar disso, outras reclamações de deficientes puderam ser apuradas durante o […]

  2. Expansao disse

    Sempre é impressionante a dificuldade de uma cidade como São Paulo, aclamada como moderna, cultural, e mais superlativos, falhar tão dramaticamente em acessibilidade. Desenho Universal? Não é que nosso Secretário Municipal que deveria ser o especialista no assunto, aprendeu tudo sobre Deficiências, lendo revistas? Campanhas? Esclarecimento. Sabe, eu iria ao Ministério Público e exigiria que o próximo evento fosse completa e total acessível: a todas as deficiências!